Multas passam a ser aplicadas a partir desta semana em Mandaguaçu por não manter distanciamento social em filas de estabelecimento e quem não estiver utilizado mascara em espaço público

Distanciamento social, uso de máscara e higienização das mãos devem ser mantidos no município para frear a disseminação da doença

Já se passaram três meses desde que Mandaguaçu decretou a quarentena por conta da pandemia de Covid-19 (coronavírus). De lá para cá, inúmeras ações de conscientização já foram realizadas no município na tentativa de frear a disseminação da doença, como o uso obrigatório da máscara  bucal (descartável ou de outro material lavável), o distanciamento social e a constante higienização das mãos (com água e sabão e/ou álcool em gel). 

Ainda assim, a proliferação dos casos positivados continua a crescer e o Comitê de Enfrentamento do Coronavírus já se prepara para outras ações. Neste sábado (20), visto que não existe margem segura de prevenção para a população que não segue os protocolos mínimos de segurança. Dessa forma, a ação deste sábado faz parte das medidas preventivas do Comitê de Operação Emergencial (COE), que promoverá mais uma campanha de orientação junto aos moradores e comerciantes do município.

Para o secretário de Segurança Pública Alessandro Mansano, o aumento de casos positivados de coronavírus tanto em Mandaguaçu quanto em todo o estado evidencia que boa parte da população ainda não se conscientizou das medidas mínimas de proteção contra a doença. Por isso, a partir desta segunda-feira (22), fiscais passarão a multar quer for flagrado sem máscara em espaço público e desrespeitando o distanciamento mínimo nas filas. "Trata-se de um momento de emergência, então vamos intensificar as fiscalizações com o rigor da lei. Pedimos aos nossos comerciantes e a população para que se conscientizem mais uma vez e evitem as multas. O momento atual é grave, se trata da manutenção da saúde pública e da vida de cada um de nós”, explica o secretário.

Portanto, a partir desta segunda-feira (22), o indivíduo que for encontrado sem máscara em espaço público será multado em R$300. A multa para quem não respeitar o distanciamento nas filas é de R$150. Já o comerciante que desrespeitar o novo decreto será multado em R$500 na primeira vez. Caso insista em não cumprir o estabelecido no decreto, a segunda multa é de R$1000, a terceira multa é de R$1500 e cassação do alvará de funcionamento.

Será realizada uma nova ação neste sábado com a finalidade  de aumentar o nível de conscientização da população e promover o aumento da taxa de isolamento social, além de orientar novamente sobre o perigo das aglomerações. Como não há remédio e nem vacina disponível no momento para o coronavírus, ambos os recursos são primordiais para evitar a contaminação pelo vírus.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Comentários